GuidePedia


No último dia da janela europeia de transferências, a torcida do Corinthians levou um susto ao abrir o noticiário. Elias, um dos principais ídolos e referência da equipe, estava de partida. Era mais um grande nome que deixava o Parque São Jorge em um desmanche dos campeões do Brasileirão de 2015. O destino do jogador surpreendeu ainda mais: o Sporting, clube que havia defendido em Portugal e que deixou justamente para voltar ao Brasil. Primeiro, em 2013, para o empréstimo ao Flamengo. Já em 2014, em definitivo para o Corinthians. No início de 2016, uma proposta tentadora da China o fez balançar, mas dois objetivos garantiram a permanência em São Paulo: ajudar na reestruturação do Timão, e aguardar por mais uma chance no futebol europeu. Ele está relacionado para o jogo desta terça-feira contra o Borussia Dortmund, pelo Grupo F da Liga dos Campeões.

Aos 31 anos, Elias tinha o horizonte europeu na mente. No Velho Continente, já defendeu Atlético de Madrid e o próprio Sporting. Seu "limite" era aguardar até os 32 anos, pois sabia que dificilmente teria outra chance em um grande clube. Quando a janela estava fechando, eis que apareceu Jesus. Calma, não se trata de nenhum milagre ou passagem da bíblia. O técnico dos Leões, Jorge Jesus, era um antigo entusiasta do futebol do brasileiro, desde quando comandava o grande rival Benfica. E pediu aos diretores a sua contratação. Deu certo.

- Eu sempre tive como meta voltar para a Europa, e sabia que teria de acontecer até 32 anos, no máximo. Mas isso pegou todo mundo de surpresa, o interesse do Sporting e do treinador. Ele já queria contar comigo desde a época de Benfica. Claro que quando chega uma proposta da China, o dinheiro é absurdo, mas voltar para a Europa era meu objetivo. Além de poder disputar a Champions League e ter boa visibilidade para a Seleção - afirmou Elias ao GloboEsporte.com.

Tem acompanhado o Campeonato Brasileiro? Quais são seus pitacos?

Acompanho sempre, foi uma novidade muito boa (aumento de vagas na Libertadores). Com certeza vai ajudar muito, essa disputa é muito boa. Espero que o Corinthians se classifique para a Libertadores. Espero que o melhor vença. O Palmeiras vem muito forte, com um grande treinador. E minha segunda paixão, que é o Flamengo, tem um técnico jovem e promissor. Minha torcida também fica para o Flamengo, mas tudo pode acontecer.


Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top