GuidePedia


Depois de mais uma rodada recheada de polêmicas no Campeonato Brasileiro, os árbitros voltaram a sofrer com pressões dentro e fora de campo. Pênaltis sofridos ou não marcados, impedimentos e diversos lances durante os jogos colocaram juízes e auxiliares em xeque na competição. Para o comentarista de arbitragem da TV Globo, Paulo César Oliveira, o momento é de reflexão, já que a categoria passaria por uma "crise de identidade".

- A gente vive uma crise de identidade, uma crise de autoridade e não estão conseguindo manter a autoridade durante os jogos. Tudo o que eles apitam tem reclamação generalizada por parte dos jogadores, da comissão técnica, então, o momento é muito delicado. E isso acontece, infelizmente, na reta final do campeonato, onde a pressão é muito grande em todos os jogos, por equipes que brigam pelo título, pela Libertadores e contra o rebaixamento. Então, são jogos de extrema responsabilidade, mas a arbitragem tem se deixado levar pela pressão e não tem correspondido satisfatoriamente - comentou. 

Chamado pelo Seleção SporTV para tentar esclarecer as polêmicas envolvendo os jogos Figueirense x Palmeiras, Botafogo x Atlético-MG e Sport x Vitória, PC Oliveira lamentou que a nova geração de árbitros não esteja conseguindo suportar a pressão que a atividade exige. 

- É um momento triste para a arbitragem brasileira. Eu gostaria, realmente, de falar dos avanços, de bons trabalhos, de uma boa resposta da arbitragem nesse momento de pressão, mas, infelizmente, a participação é por um motivo totalmente ao contrário. A arbitragem brasileira passa por um momento de muita dificuldade, os árbitros estão muito pressionados e, infelizmente, não estão conseguindo dar uma resposta satisfatória dentro de campo de jogo - concluiu. 

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top