GuidePedia


A CBF comunicou nesta terça-feira, a clubes e federações, que estão proibidas, nas cinco rodadas finais do Campeonato Brasileiro, mudanças no mando de campo que extrapolem as fronteiras estaduais dos locais previamente previsto para os jogos. A medida é válida para as Séries A e B. O objetivo é evitar desequilíbrios - com clubes vendendo o mando, indo jogar em campos neutros, como já vem acontecendo na primeira divisão.

Com isso, os jogos até podem sair de sua sede original, desde que sejam mantidas na unidade de federação do clube mandante. Exceções só serão aceitas em casos de punição aplicada pelo STJD ou impossibilidade de realização da partida dentro das exigências do Regulamento Específico da Competição e do Regulamento Geral das Competições.

A venda do mando de campo gerou polêmica especialmente na semana passada, quando o América-MG, praticamente rebaixado, aceitou negociar a sede da partida contra o Palmeiras - que passou do Independência para o Estádio do Café, em Londrina. O Atlético-MG, que disputa com o clube paulista o título brasileiro, manifestou irritação com a decisão - classificada como "uma vergonha" pelo presidente do Galo, Daniel Nepomuceno.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top