GuidePedia


Confirmado: o Campeonato Brasileiro deste ano classificará seis times para a disputa da Taça Libertadores em 2017. Com as mudanças, definidas em reunião da Conmebol neste domingo em Bogotá (Colômbia), o Brasil passa a ter sete representantes na competição continental: um deles será o campeão da Copa do Brasil e os demais sairão do G-6 da Série A.

- O Brasil terá mais duas vagas na Copa Libertadores da América. As duas novas vagas no Brasileirão. Confirmação veio na reunião de hoje, em Bogotá. Futebol Brasileiro fica com 7 vagas na Libertadores: 6 no Brasileirão e 1 na Copa do Brasil - anunciou a CBF, via Twitter.

Fluminense e Atlético-PR seriam os principais beneficiados com as mudanças caso o Campeonato Brasileiro terminasse hoje. O time carioca e o paranaense, quinto e sexto colocados, respectivamente, herdariam as novas vagas. Mas, em teoria, Corinthians, Botafogo, Grêmio, Ponte Preta e Chapecoense ganham novo fôlego na briga pela classificação para o torneio continental.

Indefinição quanto à final em jogo único

Os brasileiros não foram os únicos beneficiados com a mudança. Chile, Colômbia e Argentina também ganharam vagas na Libertadores (diferentemente do Brasil, esses três países só ganharam uma vaga cada), e o campeão da Sul-Americana entrará direto na fase de grupos. Ou seja, serão mais seis equipes classificadas, totalizando 44.

A próxima edição do torneio vai começar já em fevereiro e só termina em novembro - vai passar das atuais 27 semanas para 42 semanas de duração. Outra possível mudança, que levantava a possibilidade de a final passar a ser disputada em jogo único, não foi confirmada.

- Está se estudando, existe a possibilidade de final única, mas ainda estamos estudando. A Conmebol quer fazer uma final com a maior visibilidade possível e que traga os maiores recursos aos clubes - disse ao Sportv Reinaldo Carneiro Bastos, representante do Brasil no Comitê Executivo da Conmebol.

O novo formato da Libertadores, entretanto, pode inviabilizar a participação dos times mexicanos na competição. Isso por conta das diferenças com o calendário do futebol local.

- Não está definido ainda, é um assunto que não interfere no formado da competição. O presidente da Conmebol está tratando pessoalmente deste assunto - disse Carneiro Bastos ao Sportv.

A Conmebol, no início da semana, já anunciara mudanças radicais a partir da próxima edição da Libertadores. Em reunião na última terça-feira, em Assunção (Paraguai), o Comitê Executivo da entidade decidiu mexer no formato do torneio, tornando-o mais parecido à Liga dos Campeões da Europa: definiu um número maior de clubes e anunciou que o torneio passará a durar o ano quase inteiro (fevereiro a novembro), além de contar com duas fases preliminares, de mata-mata, antes da definição dos grupos.

O diretor de competições da CBF, Manoel Flores, esteve presente no encontro. No entanto, a entidade brasileira ainda não tinha encarado a decisão como oficial e esperava sua aprovação para anunciar as mudanças no calendário nacional, que já havia sido divulgado. Tal mudança vai exigir mudanças e, nesta semana, a CBF vai anunciar seu novo calendário.

A Copa Sul-Americana também terá mudanças, sendo disputada entre junho e dezembro, e receberá equipes eliminadas na Libertadores.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top