GuidePedia


Terminada a derrota por 2 a 1 do Flamengo para o Internacional, o presidente rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello concentrou suas atenções na vitória do Palmeiras pelo mesmo placar sobre o Figueirense, em Florianópolis. Em sua visão, não houve pênalti na jogada que resultou no primeiro gol da equipe paulista - Gabriel Jesus sofreu um tranco dentro da área.

- Eu ia mostrar para alguns colegas de vocês o pênalti que redundou no primeiro gol do Palmeiras. Eu acho não, eu sei que não foi pênalti. Se isso foi pênalti, o Guerrero sofre uma dúzia de pênaltis por jogo. Parece que houve um pênalti a favor do Figueirense que não foi marcado, mas vou fazer o quê? Tem sido assim no campeonato, e ainda temos que ouvir algumas pessoas falando em vergonha e em manchar a imagem do campeonato.

Bandeira ainda afirmou que há uma sequência de erros a favor do Palmeiras no Campeonato Brasileiro e revelou-se incomodado mais uma vez com a coletiva convocada por Paulo Nobre na última sexta-feira.

- Não é o erro de arbitragem (o pênalti em Jesus que Bandeira julgou como inexistente), são os erros de arbitragem que acontecem desde o início do campeonato. Quando acontece algo que nem erro de arbitragem foi, os nossos adversários se sentem no direito de nos tomar uma vitória legítima, as pessoas convocam coletiva e falam em pouca vergonha e em manchar o campeonato. Agora esse tipo de coisa que aconteceu hoje e o que aconteceu no Flamengo x Palmeiras não mancham a imagem do campeonato?

Confira outros tópicos:


Sem pressão rubro-negra e recado a Paulo Nobre
É claro que sim, isso não precisa de leitura labial. Foi ele (Paulo Nobre) que deu essa entrevista, foi ele que falou de pouca vergonha, não disse quem não tem vergonha na cara. Aliás, o diretor do Palmeiras que disse que três ou quatro presidentes ligaram para ele preocupados com a pressão que o Flamengo faz sobre as arbitragens. Se eu faço pressão por arbitragens, eu sou um incompetente, porque até agora eu não consegui um único jogo em 31 rodadas que o Flamengo fosse beneficiado pela arbitragem. Que pressão é essa?

Intenção de conversa com Coronel Marinho sobre erros no campeonato
Estão ocorrendo erros desde o início do campeonato, não só na reta decisiva. É um campeonato de pontos corridos. Quando nos tomam três pontos ou um ponto, dependendo do que seria o resultado correto, isso é irrecuperável. Não dá para voltar atrás. Não conheço o atual presidente da comissão de arbitragem, mas me disseram que é uma pessoa muito correta, e eu espero que ele esteja vendo tudo isso para tentar pelo menos que nessa reta final a gente consiga conviver num ambiente de imparcialidade.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top