GuidePedia


O presidente do Flamengo, Bandeira de Mello, voltou a reclamar de arbitragem neste domingo. Desta vez, porém, não foi relacionado ao jogo do Rubro-Negro, mas sim do Palmeiras. O mandatário rubro-negro disse que não houve pênalti em Gabriel Jesus, no lance que deu origem ao primeiro gol do Alviverde contra o Figueirense. Com um celular nas mãos, Bandeira tentava mostrar a jogada para um grupo de jornalistas.

- Eu queria mostrar o pênalti que resultou no primeiro gol do Palmeiras. Eu não acho, sei que não foi pênalti. Se isso foi pênalti, o Guerrero sofre uma dúzia de pênaltis por jogo. Parece que houve um pênalti a favor do Figueirense que não foi marcado, mas vou fazer o quê? Tem sido assim no campeonato, e ainda temos que ouvir algumas pessoas falando em vergonha e em manchar a imagem do campeonato - disse o presidente do Flamengo, ironizando o mandatário do Palmeiras, Paulo Nobre.

Bandeira evitou fazer críticas ao árbitro Wilton Pereira Sampaio (GO), que apitou Internacional x Flamengo. O presidente rubro-negro chegou a citar o lance em que Alex fez falta dura em Diego, mas minimizou o caso.

- Hoje não fomos prejudicados. Teve um lance que o Alex poderia ter sido expulso, mas deixamos isso como erro normal de arbitragem. Contra o Corinthians, não sei o que vai acontecer. Ouvimos falar em pouca vergonha nesta semana, agora vemos isso - disse, referindo-se novamente ao lance do pênalti sofrido por Gabriel Jesus.

Fonte: Lance

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top