GuidePedia


Ainda durante a Copa América de 2015, Paolo Guerrero foi anunciado como reforço do Flamengo. A torcida precisou esperar quase um mês para que ele fizesse sua estreia com a camisa rubro-negra. Cinco dias depois de encerrar sua participação do torneio de seleções, o peruano deu início à nova trajetória com um gol e um assistência para Everton na vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro. Recuperado de dores na coxa direita, o atacante estará, neste domingo, novamente diante do mesmo adversário e no mesmo estádio, pela 31ª rodada do Brasileirão.

No ano passado, Guerrero encantou a torcida ao mostrar seu esforço para defender o Flamengo depois de jogos pelo Peru. No entanto, infelizmente esta acabou sendo uma exceção. O atacante tem sofrido com frequência do “vírus Fifa”, um termo irônico que define a indisponibilidade de atletas defenderem seus clubes após compromissos por suas seleções. No caso de Guerrero, esta questão talvez seja uma explicação para sua baixa frequência no Brasileiro: disputou apenas 14 das 30 partidas do Rubro-Negro na competição.

Algumas vezes, é verdade, Guerrero se sacrificou para defender o Flamengo depois de vestir a camisa do Peru. Como no Campeonato Carioca deste ano, quando entrou em campo pelas eliminatórias da Copa do Mundo contra o Uruguai, em Montevidéu, e menos de 24 horas depois estava em Brasília para enfrentar o Vasco. O único caso semelhante foi em setembro do ano passado, quando disputou a partida contra o Brasil e dois dias depois atuou no empate sem gols com o Santos, pelo Brasileiro.

Na disputa da Copa do Brasil do ano passado, Guerrero sofreu uma lesão no tornozelo direito em duelo com o Vasco e, mesmo machucado, juntou-se à seleção para dois amistosos nos Estados Unidos. Não atuou em ambos, mas mesmo assim ficou com o Peru por conta de contratos publicitários. Ao fim desse processo, perdeu seis jogos pelo Flamengo.

Antes de ser ausência no Fla-Fla da última quinta-feira, em decorrência de desgaste de jogos pelo Peru, Guerrero perdeu três rodadas seguidas do Brasileirão (contra Palmeiras e Figueirense) por causa de uma virose, após dois compromissos das eliminatórias sul-americanas. Após ajudar os peruanos a chegar à quartas de final da Copa América Centenário, em 2016, o atacante foi desfalque em duas rodadas. Assim, ficou mais de um mês sem disputar um jogo pelo Flamengo.

Internacional x Flamengo
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre

Data e horário: domingo, 17h (horário de Brasília)

Escalação provável: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego; Everton (Gabriel ou Alan Patrick), Fernandinho e Guerrero (Leandro Damião).

Desfalques: Felipe Vizeu (na Seleção sub-20) e Ederson (machucado)

Pendurados: Rafael Vaz, Alan Patrick, Diego, Everton, Mancuello, Marcelo Cirino, Ederson e Léo Duarte

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO), auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)

Transmissão: TV Globo para RJ, SC, PR (Foz do Iguaçu, Cascavel e Guarapuava), MG, ES, GO, TO, MS, MT, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP, DF (com Luís Roberto, Júnior e Paulo César Oliveira), Rádio Globo/CBN (Luiz Penido, Eraldo Leite e Álvaro Oliveira Filho), Premiere e Tempo Real do GloboEsporte.com

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top