GuidePedia


O Conselho de Administração do Flamengo se reunirá na próxima segunda-feira, dia 10, para votar o acordo judicial entre o clube e o ex-jogador, hoje senador, Romário. O novo acerto deverá ser aprovado sem maiores problemas e reduz pela metade a dívida que estava parcelada até 2022 - restavam R$ 14,2 milhões a pagar. Agora, o pagamento ocorrerá em dois anos e a quitação custará R$ 7 milhões.

Os valores se referem ao rompimento do contrato com a RSF Eventos e Promoções, empresa que cuidava dos direitos de imagem do ex-jogador e hoje senador. Em março de 2015, o clube também pagou R$ 4,2 milhões à vista a Romário por conta de encargos não recolhidos entre 1995 e 1999.

Fonte: Bastidores FC/GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top