GuidePedia


Dessa vez nem Cariacica salvou o Flamengo. Prevaleceu o histórico de fracassos na fase de mata-mata e o time carioca ficou novamente pelo caminho. Foi a quarta eliminação mas mesmas circunstâncias em 2016.

O Flamengo já tinha caído no Campeonato Estadual, na Primeira Liga e na Copa do Brasil.

O grande vilão acabou sendo justamente aquele que é considerado o responsável pela reação do time no brasileiro: Zé Ricardo.

O técnico errou do início ao fim. Aliás errou antes mesmo de começar a partida optando em poupar muitos titulares e deixar de fora Mancuello. O time atuou com uma soberba inaceitável e foi merecidamente castigado.

Zé Ricardo deveria ter usado o argentino desde o início.

É absolutamente inexplicável a ausência dele num time misto. Para ajudar demorou a mexer e errou ao manter Marcio Araújo e tirar Guerrero de campo precisando vencer.

O que fazem Chiquinho e Marcelo Cirino no elenco só ele pode tentar explicar.

Cansaço soa como desculpa. Não faltou fôlego. O que faltou foi bom senso por parte de Zé Ricardo.

Nem Muralha, goleira convocado por Tite, escapou e falhou no segundo gol.

O Palestino do Chile ajuda a escrever uma das páginas mais tristes da história recente do Flamengo.

Fonte: Yahoo Esportes/Bruno Voloch

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top