GuidePedia


Em 2015, o Flamengo apresentou aos torcedores a dupla Sheik e Guerrero na promessa de dias melhores para o ataque Rubro-Negro. Apesar do "peso" dos reforõs o time não conseguiu conquistar a tão sonhada classificação para a Copa Libertadores do ano seguinte.

No início de 2016, a dupla ganhou nova chance mas continuou sem ser muito efetiva. Emerson Sheik imendou uma série de lesões e acabou ficando de lado no time Rubro-Negro, chegou até ser cogitada a negociação do atacante principalmente depois da chegada de jogadores como Leandro Damião, Fernandinho e ascensão do jovem Felipe Vizeu.

Depois de um primeiro semestre ruim, o elenco do Flamengo se ajustou e agora briga pelo título do Campeonato Brasileiro, em paralelo também disputa a Copa Sul-Americana, o que deixa o clube com a possibilidade de conquistar uma taça internacional após 17 anos.

E por incrível que parece na última semana a dupla Sheik e Guerrero apareceu de forma decisiva para o time Rubro-Negro. Na quarta-feira (21), Emerson Sheik saiu do banco de reservas para dar a vitória do Flamengo sobre o Palestino fora de casa.

O atacante não entrava em campo há meses e muitos torcedores questionaram a entrada do atacante que acabou resolvendo a partida e garantindo o resultado positivo para o jogo da volta. Na entrevista coletiva desta segunda-feira, Gabriel exaltou o camisa 11.

"O Sheik é decisivo e vem trabalhando forte para aproveitar as oportunidades como fez na quarta"

Neste domingo (26), foi a vez de Guerrero ser importante e abrir o caminho da virada sobre o Cruzeiro pela vigésima sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 9 recebeu bom passe de Alan Patrick e de fora da área, empatou a partida.

O gol deu fôlego para que o time de Zé acreditasse na vitória, a pressão Rubro-Negra aumentou até que Mancuello deu números finais a partida.

Com apenas três meses para o final da temporada e dois títutlos em disputa, a experiência dos dois atacantes pode ser importante para o time Rubro-Negro que vai precisar de força máxima nesta reta final.

No jogo da volta contra o Palestino, em Cariacica, o treinador irá utilizar mais uma vez um time alternativo, com isso Emerson Sheik pode voltar a ser decisivo, e pode enfim voltar a fazer dupla com Paolo Guerrero, seu parceiro desde os tempos de Corinthians.

Fonte: Goal

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top