GuidePedia


Pense numa competição onde o campeão pode não receber o seu grande prêmio – no caso o acesso para a elite do futebol de seu país – ; em que uma equipe é formada somente por policiais; e uma outra é treinada pelo presidente. Esta é a K League Challenge, a divisão de acesso do futebol da Coréia do Sul. E o grande destaque desse pitoresco torneio é o brasileiro Paulo Sérgio, atacante de 27 anos, formado no Flamengo, e que desde o início do ano brilha no Daegu, clube situado na cidade de mesmo nome, no país asiático.

Com 15 gols em 26 jogos, Paulo é o vice-artilheiro da competição, apenas um atrás do líder, porém com várias partidas a menos. Para o atleta, que está em sua terceira passagem pelo futebol do exterior, os bons números são um pré-requisito importante para uma futura negociação.

“Estou fazendo um grande ano, felizmente, e marcando gols que é a minha principal função em campo. Sinto-me melhor jogando centralizado, mas quando o treinador, que agora é o próprio presidente do clube, me pede para atuar pelos lados também consigo ser incisivo e marcar. Estou com 27 anos e retornar ao Brasil não é uma má ideia, mas tenho a expectativa de chamar a atenção de grandes clubes do continente asiático, onde o futebol vem crescendo bastante” disse o jogador.

INUSITADO!

Além de ser treinado pelo mandatário do clube, Paulo já enfrentou uma equipe formada apenas por policiais locais, que aliás, é a líder do campeonato, mas por ser proibida de subir de divisão, abrirá mais uma vaga na briga pela elite do futebol sul-coreano na próxima temporada. Segundo Paulo, o que importa de fato para ele nessa estranha regra é o aumento das chances da sua equipe, o Daegu, atingir a meta de chegar à K League em 2018.

“Para nós que não estamos acostumados, de fato é muito estranho um time ser o melhor numa competição e não receber a premiação devida. Porém, como somos atualmente o terceiro colocado, este fator pode vir a ser positivo para nós, e se a regra é essa, que seja assim na prática. Mas faltam ainda oito partidas para nós e o objetivo principal do Daegu ainda é o título” encerrou.

Fonte: Futebol interior

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top