GuidePedia


Repetido à exaustão por treinadores, o chavão que afirma que um time de futebol não é feito só de 11 titulares tem sido seguido à risca no Flamengo. Dos últimos 14 jogos do time na temporada, sete tiveram a participação decisiva de jogadores que saíram do banco de reservas.

No domingo, a vitória sobre o Cruzeiro teve a marca de Alan Patrick e Mancuello. Foi do meia o passe que resultou no chute do gol do argentino na vitória diante da equipe mineira.

— A gente conversa e brinca entre a gente que até para ficar no banco vai ter briga. Quem ganha é o Flamengo — analisou o meia Gabriel.

A contribuição dos atletas considerados reservas tem se tornado mais frequente desde a vitória por 2 a 0 contra o Coritiba, quando Marcelo Cirino marcou um dos gols no Estádio Couto Pereira.

De lá para cá, Leandro Damião e Emerson Sheik também tiveram os seus momentos para brilhar, mas nenhum suplente esteve tão iluminado quanto o atacante Fernandinho. De reforço para lá de contestado, o jogador virou xodó da torcida ao fazer o gol que deu a classificação ante o Figueirense, pela Copa Sul-Americana, e também resolveu um jogo que caminhava para um 1 a 1 contra a Ponte Preta, aos 44 minutos do 2º tempo.

Fonte: Extra

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top