GuidePedia


O grande espetáculo do Maracanã é o futebol

Nós, Sócios pelo Flamengo (SóFLA), acreditamos que o estádio do Maracanã precisa ser resgatado dos descaminhos e das negociatas de seu passado recente. Resgatado do sequestro de sua vocação. Resgatado para o futebol e para a população do Rio de Janeiro e do Brasil.

Ao gritar “o Maraca é nosso!”, o torcedor reivindica uma forma de propriedade afetiva sobre a casa do futebol, a sua casa, lar de glórias épicas e multicores que se misturam à história pessoal de cada um e, ao mesmo tempo, à identidade do nosso povo. Esse vínculo não pode ser rompido, menos ainda em nome de uma miragem – e das piores, pois repetida.

Em algum momento, às vésperas da Copa do Mundo de 2014, autoridades e especialistas apostaram que o Maracanã poderia prosperar como show business, tendo o futebol de simples anteparo e o torcedor, como mero hóspede. Deu errado, como bem sabem o estado e a concessionária, e, no processo, perdido entre agendas estranhas ao seu fluxo, o futebol virou luxo – caro e raro. Aos vendedores de ilusões - de ontem, de hoje e de amanhã - o fato é que, afastado de sua essência, o Maracanã não foi, não é, e nunca será um “bom negócio”.

Em tempos de confusão e jogos de interesses, cabe enunciar o óbvio: o Maracanã não é um centro de eventos, e sim um estádio de futebol – e não qualquer estádio, mas um estádio que depende do Flamengo. Sem futebol, o Maracanã se atrofia. Sem Flamengo, o Maracanã morre.

Há uma janela aberta para salvar o Maracanã, uma oportunidade para corrigir o rumo. O Flamengo - maior campeão do Maracanã, dono da melhor média e dos maiores públicos do estádio, e mobilizador da maior torcida do Rio de Janeiro (e do Brasil) - precisa estar pronto. Pronto para abrir a porta aos excluídos da geral e das arquibancadas. Pronto para recuperar um estádio maltratado, mas ainda capaz de se sustentar sem vender a alma. Pronto para ser o protagonista do espetáculo - de fato e de direito.


Fonte: SóFla

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top